BANCO É CONDENADO A DEVOLVER PARA NOSSO CLIENTE QUATRO ANOS DE TARIFAS INDEVIDAS EM DOBRO

Nossa equipe recebeu de um de nossos clientes uma demanda para contestar tarifas bancárias cobradas em sua conta corrente cujo valor era reajustado todos os anos em patamares diversos. Após nossa atuação, identificamos que o contrato de prestação de serviços, disponibilizado na contratação, não especificava que os valores seriam alterados naquele patamar. A decisão obtida por nossa equipe, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, foi a de condenar o Banco Bradesco S/A à devolver todo o valor cobrado indevidamente no período entre novembro de 2014 e agosto de 2018. Nossa equipe obteve êxito, inclusive, para que todo o valor devolvido fosse dobrado e a tarifa foi fixada no patamar de 2014 e não poderá sofrer ajustes punindo o Banco por sua ação e reparando os danos suportados pelo consumidor. O banco recorreu da sentença e foi vencido uma vez que a Segunda Instância confirmou a Sentença. O Processo iniciou-se em agosto de 2018 e encerrou-se em novembro de 2018, ou seja, solucionamos essa demanda em três meses. M01 – Soluções Jurídicas.